3 sedes, 1 Copa do Mundo: EUA + Canadá + México para 2026

134 x 65. Foi com essa goleada — de votos — que a candidatura #United2026, de Estados Unidos, Canadá e México, derrotou a de Marrocos, conquistando o direito de organizar a Copa do Mundo 2026.

Será a Copa dos recordes. Primeiro, pelo ineditismo de termos 3 países na organização — o que, por si só, aumenta o total de cidades-sede (num primeiro momento, estão prevista mais de 20). Depois, pelo número de participantes: serão 48 seleções, divididas em 16 grupos de três, e os mata-matas terão uma fase a mais — os famosos “16-vos de finais”, que vemos, por exemplo, na UEFA Europa League. E, finalmente, pela promessa de faturamento: US$ 15 bilhões, praticamente o quádruplo do que a FIFA levantou, por exemplo, no ciclo 2011-14 no Brasil (aproximadamente US$ 4,8 bilhões). Lembramos que quando o Mundial desembarcou nos EUA, em 1994, rompeu a barreira do US$ 1 bilhão em arrecadação pela primeira vez.

“E o que vocês acharam dessa escolha?” Gostamos. A expectativa para essa Copa — por mais que ainda estejamos há oito anos do evento — tem tudo para aquecer, ainda mais, os mercados boleiros dos EUA e México (que tem campeonatos de elite cada vez mais superavitários e populares), e também para acelerar a realização da Canadian Premier League.

Estamos, desde já, de olho em tudo isso.

l

Thiago Zanetin tem 32 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na elite da Itália.

l

Imagens: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: Futebol Marketing

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial