Barcelona rumo à liga feminina dos EUA

Acostumado a abrigar clubes de outros países — como, por exemplo, Canadá e Porto Rico — em seus campeonatos, o futebol dos EUA poderá, em breve, contar com uma franquia da Espanha: o Barcelona. Mais especificamente o FC Barcelona Femení, time feminino culé, que pleiteia uma vaga no expansion bid da National Women’s Soccer League-NWSL.

O interesse do Barcelona em levar o FC Barcelona Femení à NWSL existe desde 2016, quando a equipe — apesar de estar em atividade, ininterruptamente, desde 1988 — foi “lançada” em plano mundial. Em 2018, as tratativas evoluíram e já haveria, inclusive, um plano: associação com o Los Angeles FC (debutante da Major League Soccer-MLS) e casa na Califórnia, já para 2019.

“Mas, daí, o Barça feminino para de jogar na Liga Femenina Iberdrola, da Espanha?” A princípio, não. O FC Barcelona Femení da NWSL seria uma versão “tipo exportação”. Fica no ar, porém, se uma eventual franquia americana culé levaria consigo as jogadoras de destaque da espanhola — como, por exemplo, a holandesa Lieke Martens, campeã da UEFA Euro e vencedora do The Best FIFA em 2017.

Sobre a NWSL, podemos dizer que a liga foi inaugurada com oito franquias em 2013, fechará 2018 com nove e busca chegar a 14 até 2020. Atualmente, além de Barcelona, outros dez mercados dos EUA e Canadá buscam vagas no expansion bid.

l

Thiago Zanetin tem 33 anos e é redator publicitário. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na elite italiana.

Imagens: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: Futebol MarketingMercado

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial