Entenda a carona do SBT no vice do Flamengo

O Flamengo começou a última rodada do Brasileirão Assaí já como vice-campeão. E, ao término do campeonato, recebeu uma “homenagem” do SBT nas redes sociais.

Um quê de zoação — futebol que é futebol tem zoeira (saudável), sim —, que, ao mesmo tempo, reativa um posicionamento história da emissora de Silvio Santos.

Voltamos à segunda metade aos anos 1980. Numa perseguição (que ainda hoje é) impossível à Rede Globo, o SBT, em uma campanha história da antiga agência W/GGK, apelou para a lógica do “segue o vice, porque o líder já disparou”, proclamando-se “Líder Absoluto da Vice-Liderança” — ou seja, o primeiro depois do primeiro.

Coitadismo? Que nada. Naquela época — na qual, lembremos, não existia internet e smartphones eram fantasias futuristas —, o SBT, em crescimento, tinha 23% da audiência nacional de TV. Um senhor mercado, que até nos possibilita um paralelo com o Flamengo de 2018, melhor vice-campeão de sempre na era de pontos corridos do Brasileirão Assaí.

E se você pensa que essa foi a primeira homenagem do SBT a um vice do Flamengo, está enganado. Em 1987, dando continuidade à mesma campanha, o rubro-negro apareceu ao lado de outros clubes que fecharam seus Estaduais na segunda colocação. Um anúncio de oportunidade premiadíssimo.

Em 2018, o SBT, com um mês de antecipação, já conquistou o “hexa-vice” (seguido) da audiência nacional consolidada. Pintou um “cheirinho” de hepta — para a emissora de Sílvio Santos e para o Flamengo — em 2019?

l

Thiago Zanetin tem 33 anos e é redator publicitário. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na elite italiana.

Imagens: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: Futebol MarketingRedes Sociais

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial