Holanda + Bélgica = liga única? Pode acontecer

Eredivisie, torneio de elite da Holanda, e Jupiler Pro League, da Bélgica, podem se tornar uma única liga “transnacional” BeNe (Belgium-Netherlands).

A informação, que vem circulando há algum tempo Europa afora, ganhou força nos últimos dias, e as respectivas federações já teriam iniciado contatos para a fusão — que, porém, dependeria do consenso de cada clube envolvido.

O objetivo dessa “Liga BeNe”, claro, é unificar os dois mercados boleiros — que, hoje, são apenas de médio porte — para reforçar tanto a atratividade comercial e, consequentemente, a competitividade das equipes nas competições europeias.

Não seria uma experiência propriamente inédita. Entre 2012 e 2015, Holanda e Bélgica unificaram suas ligas femininas na “BeNe League”. Os proveitos financeiros não foram os melhores — considerando que o futebol feminino, embora em franco desenvolvimento na Europa, ainda não alcançou todo o seu potencial — e, no que toca a competitividade, melhor para a Holanda, que saiu desse empreendimento pronta para ser campeã europeia, em 2017, e candidatíssima à conquista da Copa do Mundo FIFA 2019.

Bandeira de “BeNeLux”.

Tampouco a proposta de uma liga “transnacional” na região é inédita. Em 2009, o então presidente da UEFA, Michel Platini, propôs abertamente a criação de um torneio BeNeLux (ou seja, Begium-Netherlands-Luxembourg, Bélgica-Holanda-Luxemburgo), emulando a fortíssima organização econômica estabelecida entre os países — um dos embriões da União Europeia.

Bandeira híbrida (não oficial) “BeNe”.

Hoje, a UEFA se mostra mais reticente a esse tipo de “livre iniciativa” de suas federações. A nosso ver, ligas transnaionais — como a “BeNe” — seriam caminhos possíveis para contrastar a crescente disparidade entre o TOP 5 europeu (Premier League, Bundesliga, LaLiga, Serie A e Ligue 1) e as demais ligas nacionais do continente.

Vamos ver o que (e se) acontecerá.

l

Thiago Zanetin tem 33 anos e é redator publicitário. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na elite italiana.

Imagens: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: Futebol MarketingMercado

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial