LaLiga rumo aos EUA

Negócio fechado: a LaLiga se uniu à Relevent Sports — multinacional de Miami responsável pela amistosa International Champions Cup-ICC — para realizar jogos oficiais do “Espanholão” nos EUA. O acordo, que dará origem à joint venture “LaLiga North America”, é válido por 15 anos e poderá ser ativado já nesta temporada, provavelmente (e previsivelmente) com um El Clásico entre Real Madrid e Barcelona.

O embrião dessa parceria entre LaLiga e Relevent, aliás, foi um Real x Barça. Na pré-temporada de 2017-18, pela International Champions Cup-ICC, ambos realizaram o “El Clásico Miami” — um evento à parte dentro do torneio, promovido como um encontro de “velhos rivais num novo mundo” (Old rivals, new world). Sucesso absoluto: lotação máxima de 65 mil pessoas no Hard Rock Stadium, com ingressos variando entre US$ 200,00 e US$ 4.500,00 e quase 70% das compras realizadas por turistas — tanto de dentro dos EUA como de outros países, como Espanha, México e Chile.

Surpreendente? Pelo ineditismo, sim, já que a LaLiga será a primeira liga europeia a promover jogos oficiais fora do seu país de origem. Mas, pelo direcionamento de negócios que entidade adotou, não.

Para fazer valer seu posicionamento de La Mejor Liga Del Mundo (“A Melhor Liga do Mundo”), a LaLiga teria que, forçosamente, explorar o mundo. Começou com o apoio institucional às estratégias de internacionalização dos clubes da elite e Segundona — falamos um pouco sobre isso aqui; teve sua primeira grande prova na Supercopa desta temporada, que levou Barcelona x Sevilla a Tânger, no Marrocos; e agora se abre aos EUA, que buscam turbinar sua cultura boleira de olho nos US$ 15 bilhões que pretendem faturar — em parceria com Canadá e México — como sede da Copa do Mundo FIFA 2026.

Resta saber, agora, quantas partidas da LaLiga serão deslocadas para os EUA a cada temporada, se envolverão somente a elite, quais os critérios para selecioná-las (afinal, por maior que seja, só o El Clásico não segura o projeto) e, principalmente, como tudo isso será combinado previamente com os torcedores locais. A princípio, porém, a “LaLiga North America” tem tudo para ser uma boa ideia.

l

Thiago Zanetin tem 32 anos e é redator publicitário. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na elite italiana.

Imagens: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: Futebol Marketing

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial