#UELfinal | Confrontos de marketing entre Atleti e Marseille

Tudo pronto: nesta quarta-feira (16), no Groupama Stadium, em Lyon, Atlético de Madrid e Olympique de Marseille vão decidir quem levanta a UEFA Europa League de 2017-18. E, como de costume, FutMKT esquenta a decisão com alguns “confrontos extracampo”. Confira e deixe sua torcida: vai dar tri para os colchoneros ou taça inédita para os olympiens?

l

Premiação na UEL 2017-18

Como participou desde a terceira preliminar, o Olympique de Marseille acumula mais dinheiro do que o Atlético, que “caiu” da UCL direto para os mata-matas: € 6,825 milhões contra € 3,85 milhões. Em Lyon, o título valerá mais € 6,5 milhões (além de um passe para a UEFA Supercup), e o vice, € 3,5 milhões.

l

Faturamento 2016-17

A diferença é grande. Segundo o relatório Football Money League, da Deloitte, o Atlético de Madrid fechou a última temporada com € 272,5 milhões em receitas. Já o Olympique de Marseille, que não figura no TOP 20 ou TOP 30 desse estudo, somou € 108,5 milhões (cifra do Ecofoot).

l

Valores dos elencos

Nas cifras, não há comparação: segundo o Tranfermarkt, são € 636 milhões contra € 188,05 milhões em favor do Atlético de Madrid. Os colchoneros também foram melhores negociantes nas janelas, e fecharão a temporada lucrando € 1,25 milhão, ao passo que o OM “perdeu” € 59,25 milhões. Diferenças de números que espelham as realidades das ligas em que os clubes se encontram: de um lado a LaLiga Santander, consolidada internacionalmente, e, de outro, a Ligue 1 Conforama, ainda no começo de sua expansão além-França.

l

Público no estádio

Apenas na UEL, a média do Atlético de Madrid é de 50.575 espectadores (a quarta maior do torneio) contra 32.765 do Olympique de Marseille (11ª). Somando os públicos finais de todas as competições da temporada, a vantagem ainda é colchonera: 1.492.478 contra 1.084.075.

l

Sócios

Aqui, temos dois modelos distintos. O Atlético de Madrid conta com 120 mil associados, e mais do que dobrou seu quadro nos últimos cinco anos. E o Olympique de Marseille está prestes a contar com um projeto de associação popular, chamado Massilia Socios Club — que, inclusive, já chegou ao Brasil —, cujo objetivo de longo prazo é ser majoritário na administração do clube. Por ora, essa iniciativa reúne mais de 3 mil membros.

l

Kit deal

Em valores anuais, vitória do Olympique de Marseille, que vem embolsando € 9 milhões por temporada da addias (a partir de 2018-19, já sabemos, quem assume o posto é a PUMA), contra os cerca de € 7,5 milhões a € 8 milhões que o Atlético de Madrid recebe da Nike desde a renovação do contrato, em 2014-15. (Vale destacar, porém, que o acordo dos colchoneros vai até 2025-26, e uma revalorização está em estudo.)

l

Máster de camisa

Nova vantagem do Atlético de Madrid, que recebe € 15 milhões após a renovação com a Plus500, contra o € 9 milhões que a Orange paga para estampar o peito do Olympique — negócio, esse, independente do acordo de naming rights para o estádio Vélodrome, fechado em € 12 milhões por dez anos.

l

Valor de marca

Baseamo-nos em dois estudos de referência: o “Football 50” (2018), da Brand Finance; e o “Fab 40” (2017), da Forbes. Em ambos, o Atlético de Madrid aparece na 14ª posição, avaliado, respectivamente, em € 357 milhões e US$ 736 milhões. Já o Olympique de Marseille não é citado nesses levantamentos (o que, pelo menos no caso do “Football 50”, causa estranhamento, pois, em 2017, a marca OM apareceu na 36ª posição, valorada em € 147 milhões e com 21% de alta).

l

l

Thiago Zanetin tem 32 anos e é redator publicitário na Concêntrica Comunicação e Conteúdo. Fanático seguidor do Hellas Verona, sonha com o dia em que as verdadeiras cores gialloblù da cidade voltarão a brilhar na elite da Itália.

l

Imagens: Divulgação.

l

Siga o Futebol Marketing nas redes sociais: facebook | twitter

Category: Futebol MarketingMercado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial